Entenda por que você deve investir na gestão de pessoas em sua organização

Saber contratar, desenvolver e conduzir os colaboradores é uma atividade-chave para o sucesso e continuidade de qualquer negócio. Por isso, a correta gestão de pessoas é cada vez mais valorizada e desejada pelas companhias de sucesso.

Essa atividade não é exclusiva do departamento de Recursos Humanos (RH), mas de toda a empresa — especialmente dos seus líderes. Quando os líderes deixam de conduzir e inspirar seus liderados, pode-se dizer que a gestão de pessoas é fracassada.

Entretanto, uma boa gestão de pessoas tem efeitos fantásticos sobre qualquer organização. Segundo a revista Harvard Business, companhias que investem efetivamente nessa prática têm desempenho 51% (em média) superior à concorrência.

Hoje você vai entender alguns dos principais benefícios ao se investir no assunto, vendo como a empresa se torna mais rentável, inovadora e bem-sucedida. Boa leitura!

O bem-estar no trabalho cresce

Apresar de pouco difundido, o bem-estar interno é um importante elemento para o triunfo de uma companhia no mercado. Segundo pesquisa realizada pela Sodexo, empresas que investem no assunto são 70% mais rentáveis e 86% mais produtivas.

Quando se investe de modo adequado na gestão dos colaboradores, tudo dentro da empresa melhora. A comunicação interna é otimizada, o clima de trabalho fica mais adequado, o respeito e colaboração entre as equipes e funcionários cresce. Tudo!

Entretanto, quando a empresa não consegue construir um clima adequado para o trabalho, uma série de efeitos negativos podem ser observados. Aumenta a rotatividade de talentos, o número de retrabalho e o desperdício de tempo.

Para promover o bem-estar, a liderança tem um papel ainda mais importante. Na Votorantim, por exemplo, os líderes e liderados realizam bate-papos periódicos, com o objetivo de promover uma maior integração, interação e otimizar a qualidade do ambiente da companhia.

O alcance das metas e objetivos evolui

Todos os meses as empresas elaboram metas que devem ser alcançadas pelas equipes de trabalho, as quais resultam na conquista dos objetivos mais amplos e cobiçados pela companhia. Porém, para isso, é preciso pessoas engajadas e comprometidas.

A gestão de pessoas influencia positivamente no assunto. Quando os colaboradores sentem-se importantes e valorizados pela companhia, envolvem-se e motivam-se mais na busca pelos resultados desejados. Isso, aliados a boas metas, é crescimento garantido.

Portanto, também é importante que crie metas inteligentes, capazes de conduzir os profissionais. Boas metas devem explorar cinco principais características. Elas devem ser: específicas, mensuráveis, relevantes, alcançáveis e com tempo bem definido.

Desse modo, conseguirá alcançar resultados cada vez maiores no mercado, tornando sua empresa uma marca respeitada e próspera. Mas lembre-se sempre de que isso começa com uma boa gestão do capital humano.

O número de erros e problemas internos diminui

Imagine o quanto é gasto todos os meses com erros e problemas internos: custos com retrabalho, desperdício de materiais, perda de tempo e até eventuais acidentes de trabalho. Certamente é muita coisa!

Todos esses contratempos prejudicam diretamente a lucratividade da companhia, tornando-a vagarosa e inapta para se manter no mercado. Mas como isso pode ser solucionado? Simples, com uma equipe suficientemente competente para suas atividades.

Um time de trabalho competente é aquele que tem os conhecimentos, habilidades e atitudes para desempenhar suas funções diárias com maestria. Some isso a uma boa comunicação interna, e metade dos problemas serão dissipados.

O desenvolvimento e a melhoria da comunicação são atividades básicas da gestão de pessoas, por isso você deve investir nela. Se quiser aniquilar a outra parte dos problemas, encontre e elimine os gargalos existentes nos processos.

O nível de satisfação dos clientes aumenta

O mau atendimento é um problema que deve ser combatido fervorosamente nas companhias. Estima-se que, apenas em 2015, 86% dos clientes migraram para a concorrência e que as empesas brasileiras perderam US$217 bilhões por esse mesmo motivo.

Para otimizar a satisfação e experiência de compra dos clientes finais, primeiro, é importante investir nos clientes internos, os funcionários da empresa. Quando os colaboradores são bem cuidados, tornam-se mais atenciosos e solícitos aos clientes finais.

Esse é um benefício que conduz a outras vantagens. Segundo pesquisa, clientes satisfeitos falam para seus amigos sobre o bom atendimento, voltam a comprar (e gastam mais) e ficam dispostos a pagar um pouco mais pelos produtos/serviços oferecidos.

Veja como é uma grande cadeia de benefícios, capaz de tornar a empresa próspera no mercado. Tudo isso representa uma receita mais robusta e, ao gerenciar bem os custos, uma maior lucratividade para a companhia de modo geral.

A atração e retenção de talentos progride

Não é nenhum pouco fácil encontrar e manter mão de obra qualificada nas empresas brasileiras. Segundo relatório do ManpowerGroup, a nação verde e amarela está entre os cinco piores países para adquirir gente talentosa.

Diante disso, é importante ter uma boa estratégia de atração e retenção de talentos. Para tanto, algumas das maiores corporações do mundo investem em ações de endomarketing e na criação de uma marca empregadora. Mas tudo deve começar por uma boa gestão de RH.

Empresas que oferecem agradáveis condições de trabalho são 76% mais atraentes, segundo relatório divulgado na revista Exame. Dessa forma é possível atrair profissionais acima da média, e mais, retê-los no ambiente interno da empresa.

É importante destacar que hoje não basta contratar talentos, é preciso mantê-los. A elevada rotatividade gera uma série de problemas, como: altos custos de rescisões, gasto de tempo em novos processos de recrutamento e acúmulo de trabalho para poucos funcionários.

A companhia torna-se mais inovadora

A inovação é um importante elemento para criar empresas sólidas e longevas. Imagine marcas como General Electric e 3M Company, centenárias, sem boas inovações nunca conseguiriam ser tão duradouras e resistentes às crises.

Se também deseja construir uma companhia assim, que resista ao tempo, invista na gestão de pessoas. Os colaboradores, quando inspirados, são muito mais inovadores e conseguem encontrar soluções criativas para os problemas, mesmo os mais simples.

Uma dica importante é arquitetar um espaço de trabalho agradável. Verifique a ergonomia dos móveis, divisórias dos escritórios e assim por diante. Algumas empresas vão muito mais longe — a Walmart tem até minicampo de golfe em sua sede brasileira.

Veja como a gestão de pessoas não é um simples custo. Pelo contrário, esse é um dos investimentos mais valiosos que qualquer organização pode fazer. Invista em seus funcionários, melhore o espaço de trabalho e os processos existentes.

Agora que está por dentro do assunto e compreende a importância da gestão de pessoas, aproveite para continuar aprendendo. Siga-nos nas redes sociais — FacebookYouTubeLinkedIn!

Compartilhar:

Receba nossos conteúdos gratuitamente!

Não te mandaremos spam!

Mais artigos

Share This
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial