8 formas de Cuidar da Saúde Mental no cotidiano da advocacia.

O dia-a-dia no mundo jurídico é cercado de atividades: criação de peças, leitura processos, visitas à clientes, organização de documentos, audiências e outras  que tornam a rotina do profissional de direito desafiador para o corpo… e mente.

Se você faz parte da comunidade jurídica já deve ter ouvido falar sobre vários distúrbios recorrentes em muitos profissionais: depressão, ansiedade desgaste, exaustão, bem-estar pessoal geral entre outros problemas que já fazem parte da ‘cultura jurídica’.

Mas esse não é o cenário para o pleno desenvolvimento de um profissional do direito. Algumas mudanças podem potencializar a qualidade de vida dos advogados e, consequentemente, influenciar seus resultados.

Por isso, separamos algumas dicas que podem melhorar o bem estar mental e emocional de advogados e advogadas. Confira:

1. Comece meditando, pense profundamente e acalme sua mente.

A meditação pode ajudar a ter mais fluidez de pensamento e reconectar sua mente ao corpo. Tudo vai depender da prática: nos primeiros exercícios uma média de 15 minutos de exercícios e, ao longo do tempo, ir evoluindo para 30 minutos ou mais. Manter a recorrência dessas atividades é de suma importância para tornar o processo de meditação eficiente. Alguns aplicativos, como o Calm, são bem funcionais pois criam rotinas, e exercícios temáticos, que se adaptam ao seu dia-a-dia.

2. Visualização Mental mantém o foco no que interessa.

Você pode usar técnicas de visualização para ajudar a manter o foco em seus objetivos. Esse exercício deve ser feito em lugar tranquilo. Inicie visualizando uma atividade, identifique quais resultados são possíveis e aplique na prática. Você pode criar seus próprios scripts de visualização ou encontrar scripts gratuitos e tutoriais no YouTube.

3. Seja positivo: rodeie-se de coisas que tornem sua rotina mais leve.

Anote ditados positivos para neutralizar pensamentos negativos. Por exemplo, se você está constantemente dizendo: “Estou tão estressado, não tenho tempo para fazer nada”, tente dizer a si mesmo diariamente: “Tenho todo o tempo que preciso para ter sucesso”. Repita essa ação nos momentos de maior intensidade e picos de estresse. 

4. Pratique Mindfulness e seja mais consciente das suas atividade e do seu corpo.

Muitas das técnicas que já discutimos incorporam atenção plena. Com uma rápida pesquisa no Google, você encontrará exercícios de caminhada, comer e dirigir de forma consciente. Também, como organizar seu espaço de trabalho. A perspectiva do que rodeia você e seu espaço te dará mais foco para realizar atividades que demandam alto grau de análise.

5. Procure um profissional para te ajudar.

Existe uma tonelada de informações gratuitas e úteis por aí, como este artigo, sobre como melhorar o bem-estar mental e emocional. No entanto, nada supera trabalhar com um profissional para avaliar suas necessidades específicas e criar estratégias personalizadas para atendê-las. Isso se torna da maior importância se você trabalha em uma área particularmente emocional da lei (tribunal de família, imigração, falência, direito penal, etc.) e absorve muitos traumas secundários.

6. Você conhece a Técnica de Liberdade Emocional (EFT)?

É uma combinação de batidas na cabeça, rosto e peito, enquanto se concentra em determinados lugares em que você está preso (como deixar de lado uma discussão que você teve ou liberar o estresse). Existem alguns roteiros de atividades e tutoriais no Youtube com diferentes tipos de exercícios e momentos de fazê-los.

7. Não seja tão duro com você mesmo. Pratique a auto gentileza!

Você escolheu uma profissão difícil e de muitas responsabilidades que, muitas vezes, faz com que sinta que precisa ter entregas perfeitas e sem possibilidade de erro. Embora sua busca pelos melhores resultados seja legítima, você irá errar (a não ser que seja um robô-advogado). Um ambiente onde as lições aprendidas e a consciência das suas limitações pautam suas atividades, é o cenário mais saudável para sua saúde mental. 

8. Está muito ruim? Respire fundo e experimente os 3Rs.

Quando se sentir à beira do colapso, tente estas três etapas rápidas e fáceis para “voltar aos trilhos”: 1) reconheça que você está enfrentando estresse em seu corpo. 3) Relaxe participando de uma das técnicas mencionadas anteriormente (ou de alguma outra coisa que lhe agrade, como ioga, escutar música, passear com o cachorro etc.). 4) Redirecione os pensamentos negativos que você estava tendo gerando soluções propositivas para eles.


As técnicas para tornar seu ambiente de trabalho mais leve e propositivo são infinitas mas nada disso é possível se você não estiver pronto para uma mudança no dia-a-dia. O fluxo de trabalho nos escritórios demandam uma quantidade considerável de análises e tomadas de decisão, logo, manter a mente saudável para desenvolver essas atividades é primordial para tornar as entregas cada vez mais eficientes.

Quer saber outros assuntos sobre carreira, gestão, tecnologias jurídicas e outros temas transformadores? Assine agora nossa newsletter.

Share This