Conheça 6 vantagens da automação jurídica para escritório

Investir em automação jurídica  se tornou um meio indispensável para auxiliar na gestão de tarefas, além de evitar deslocamentos desnecessários por parte dos advogados, permitindo que eles atuem estrategicamente.

Tanta tecnologia disponível faz com o que o mercado se torne cada vez mais competitivo. No setor jurídico, não é diferente. Quem não acompanhar essa transformação digital vai ficar para trás.

Nesse cenário, não há dúvidas de que, para se destacar em meio ao crescente número de profissionais do ramo, a adoção de vantagens competitivas é uma forma de sobrevivência. É necessário focar em marketing, gestão e tecnologia. E uma inovação que pode auxiliar neste sentido é a automação jurídica.

Mas, o que é automação jurídica?

Quando falamos em automação jurídica, estamos nos referindo à utilização de softwares jurídicos ou soluções tecnológicas que realizam automaticamente tarefas operacionais que antes precisavam ser feitas de forma manual.

E é aí que a tecnologia entra como uma aliada imprescindível do advogado, executando o trabalho repetitivo e operacional, trazendo agilidade, aumento de produtividade, redução de custos e, principalmente, permitindo fazer análises estratégicas muito mais sofisticadas e assertivas.

Muitos advogados ainda veem a automação jurídica como uma ameaça, achando que serão substituídos por robôs. Esta visão nos parece um tanto longe da realidade, visto que o Direito é composto por uma rica realidade humana. Porém, um ponto é fato: escritórios que resistem à automação e à tecnologia perdem em eficiência e competitividade.

Infelizmente, o Direito brasileiro ainda bebe das águas burocráticas, nas quais foi fundado. No entanto, muitos escritórios de advocacia e empresas com setores jurídicos bem estruturados têm percebido que não precisa ser sempre assim.

Com isso, têm investido cada vez mais na automação jurídica, buscando padronizar e otimizar a gestão dos processos e rotinas de trabalho. O melhor disso tudo é que o benefício é percebido tanto pelos advogados da empresa quanto pelos sócios.

Isso porque se, por um lado, a rotina dos advogados se torna mais fluida e menos burocrática, por outro, os sócios ganham mais ferramentas para geração de indicadores e relatórios que medem a produtividade dos profissionais e do escritório em geral.

Pensando nisso, apresentaremos os principais benefícios oferecidos por um software de automação jurídica para a rotina dos advogados. Confira!

1. Ganho de tempo

O software jurídico pode fazer uma diferença e tanto quando se trata da gestão do tempo. Imagine só receber um telefonema de um cliente pedindo informações sobre um processo encerrado há 10 anos. Encontrar essas informações, em meio a centenas de outros processos, definitivamente, não é uma tarefa fácil. Sem a ajuda de um software jurídico, então, pode ser praticamente impossível.

Suponhamos ainda que você precise de informações dos processos de um determinado cliente, porém, o advogado responsável pela carteira foi demitido no mês anterior. Nesse caso, a ausência de automação jurídica pode ter sérias consequências relativas à gestão do conhecimento.

Vale ressaltar, inclusive, que o ganho de tempo não se restringe às atividades dos advogados, mas se estende a toda a equipe do escritório. A área financeira e demais setores administrativos só têm a ganhar com a implementação de um software jurídico que permita o acesso a informações de clientes, advogados associados e fornecedores, de forma rápida e eficiente.

2. Aumento da produtividade

O ganho de produtividade trazido pela automação jurídica é incontestável. E ele ocorre em todos os níveis do escritório de advocacia: desde o setor administrativo encarregado pelo faturamento das demandas até a gestão de cópias obtidas pelos estagiários.

Isso sem falar no aumento da produtividade dos advogados do escritório. Se antes o advogado gastaria no mínimo um dia com o processo de carga do processo, obtenção de cópias e digitalização, com o software jurídico, basta buscar o processo no sistema para encontrar as informações.

Isso garante ao advogado um acesso mais rápido ao processo, otimiza o tempo para cumprimento dos prazos e aumenta a satisfação do cliente com os resultados.

3. Maior controle sobre os prazos

Os prazos fazem parte da rotina de todo advogado, seja ele do setor contencioso — lidando com prazos judiciais —, seja da área consultiva — trabalhando com prazos definidos pelo cliente. A perda de um desses prazos pode ser fatal para o processo, para o cliente e, claro, para a própria reputação do escritório.

Nesse caso, a adoção de um software jurídico vai permitir a criação de lembretes para cada prazo, relativo às diferentes fases do processo. Essa clareza sobre os prazos vai contribuir para fornecer uma visão global sobre os prazos mais próximos do escritório, melhorando a alocação das tarefas entre os advogados e equipes.

4. Maior integração das informações

A automação jurídica também permite a maior integração entre as diferentes áreas, contribuindo para uma gestão coesa do escritório e garantindo o funcionamento interdependente de todos setores.

Desse modo, a consolidação de todos dados em um software jurídico facilitará a comunicação entre o RH e a contabilidade, ou entre o financeiro e o marketing, por exemplo. A incorporação da tecnologia ao escritório também vai possibilitar a atualização em tempo real das informações trocadas por esses setores.

5. Análise do desempenho

Você já viu neste post que a automação jurídica permite a consolidação de dados sobre clientes, processos e sobre a gestão interna do escritório em um mesmo software. Mas os benefícios não param por aí. Esses softwares possibilitam a geração de relatórios personalizados sobre as diferentes informações neles contidas.

É possível, por exemplo, gerar um relatório com os processos que permanecem ativos e aqueles já concluídos, ou, ainda, verificar o faturamento mensal por cliente. Esses relatórios são uma valiosa fonte de informações para os gestores, facilitando a identificação de gargalos e permitindo a adoção de medidas que possam trazer soluções e alavancar o faturamento.

6. Redução de custos

De nada adianta implementar um sistema superavançado, capaz de operar milagres, se os seus benefícios não se refletem também na saúde financeira do escritório. Embora a automação jurídica dependa de um investimento inicial, a redução de custos é resultado direto do aumento da produtividade, redução do tempo, maior integração das informações e análise do desempenho.

Não por acaso, essa redução de custos — que poderá ocorrer em médio ou longo prazo — é um dos benefícios mais almejados pelos clientes que implementam a automação jurídica. Existem empresas no mercado focadas em fornecer um serviço cada vez mais personalizado para gestão de escritórios e setores jurídicos das empresas.

Kurier é uma dessas empresas. Especializada em tecnologia e inteligência jurídica, é referência no mercado. Transforma o mercado por meio de dados, sistemas e inteligência jurídica, proporcionando eficiência operacional, abordagem analítica e insights estratégicos orientados a dados, otimizando o tempo e a gestão da informação para melhores tomadas de decisões. Tudo para descomplicar a rotina dos seus clientes.

Um dos exemplos de ferramentas de automação que auxiliam o advogado é Kurier Meridio. Por meio dessa solução, é possível gerenciar o ciclo de vida de um processo, seja ele judicial, consultivo ou administrativo, atividades e desempenho de equipes, prazos e agendas de advogados e o controle de escritórios correspondentes.

Benefícios:

  • Controle de prazos com notificações e informações antecipadas com integração ou agendas como Google Calendar e Outlook;
  • Prevenção de revelias;
  • Eficiência e padronização de informações;
  • Otimização de tempo e aumento de produtividade;
  • Entregas via softwares, dados e outsourcing;
  • Treinamento e suporte;
  • Monitoramento e gestão de todas as fases do processo;
  • Distribuição automática de tarefas;
  • Cadastro automático de processos;
  • Controle e gestão jurídica e administrativa;
  • Integração com diversas soluções do mercado;
  • Monitoramento de indicadores;
  • Gestão de terceirizados;
  • Gestão de contratos;
  • Workflow configurável.

Diferenciais:

  • Machine learning e modelos preditivos;
  • Publicações customizáveis e livres de lixo;
  • Migração automática da base de processos;
  • Relatórios personalizados para análise e gestão jurídica e administrativa;
  • Qualidade na entrega;
  • Referência no mercado.

Como você viu até aqui, não são poucos os benefícios trazidos pelo implemento da automação jurídica em escritórios de advocacia. A melhoria da rotina de trabalho aumenta a produtividade, otimiza a troca de informações e traz consequências bastante positivas para a gestão do negócio.

Ficou interessado nos benefícios de uma boa automação jurídica para o seu escritório?
Entre em contato conosco, transforme sua rotina e gere resultados incríveis!

Share This