Confira 6 dicas incríveis de planejamento estratégico para advogados

O planejamento estratégico para advogados é essencial em um escritório de advocacia que deseja atingir os objetivos estabelecidos, conquistar um lugar de destaque no mercado e tornar o negócio bem-sucedido.

Trata-se de um processo técnico, baseado nas inovações que ocorrem diariamente no meio jurídico e nas condições internas e externas do escritório. Traz diversos benefícios, tendo em vista que por meio dele é possível analisar, definir ações e elaborar os devidos meios para executá-las de forma a auxiliar no entendimento do mercado e nas tomadas de decisões mais acertadas.

Pensando nisso, elaboramos este texto para que você entenda melhor o que é o planejamento estratégico, como fazê-lo e as vantagens para os advogados e escritórios de advocacia. Confira!

O que é o planejamento estratégico para advogados?

É um conjunto de ações criadas com a finalidade de alcançar os propósitos do negócio. Por meio delas é possível separar os objetivos de longo prazo em pequenas metas e, dessa forma, elaborar um plano para conquistá-las em busca de algo maior.

Se empregado de forma correta e eficaz, consegue mudar o dia a dia do escritório por meio do aprimoramento da execução de todas as atividades realizadas, simplificando a identificação de falhas que podem atrapalhar todo o processo.

Entre as principais vantagens estão:

  • melhora dos serviços advocatícios;
  • investimento em comunicação e relacionamento com os clientes;
  • inserção de novos serviços;
  • aperfeiçoamento do atendimento às necessidades do público;
  • captação e fidelização de novos clientes;
  • aumento da reputação do escritório de advocacia no segmento, entre outros.

Como fazer planejamento estratégico para advogados?

Para começar a fazer um bom planejamento, primeiramente é preciso visualizar o escritório como uma empresa, afinal, todos os esforços devem ser focados ao cumprimento de metas, com prazos e ferramentas bem definidos. Veja, a seguir, as dicas que preparamos para você!

1. Defina o desejado para o futuro do escritório

Reúna colaboradores comprometidos e avaliem o que esperam do escritório daqui alguns anos, onde esperam que ele chegue etc. Após esse compartilhamento de visões, chegue no consenso de algo que seja engajador e desafiador para todos. Nesse momento, é importante que todos estejam de acordo em um único propósito.

2. Estipule metas alcançáveis

Após saber onde se quer chegar, é fundamental o estabelecimento de metas mensuráveis, pois é a concretude e o acompanhamento ordenado desses desejos que vão assegurar a saída deles do papel e a realização das conquistas.

3. Faça a análise SWOT

Depois de traçar os objetivos e metas, é necessário identificar os principais problemas que podem impedir que estes sejam conquistados e como evitá-los ou eliminá-los.

Uma ótima maneira de fazer isso é por meio da análise SWOT. Trata-se de um recurso que serve para mapear o ambiente interno do escritório, realizando a avaliação do que entra em conformidade com as condições de funcionamento e o que deve ser melhorado. Além disso, averigua o ambiente externo, buscando encontrar novas oportunidade e avaliando as ameaças que devem ser extintas.

Os pontos definidos pela análise são:

  • strenghts: pontos fortes;
  • weaknesses: pontos fracos;
  • opportunities: oportunidades;
  • threats: ameaças.

Após fazer o levantamento, é preciso cruzar os dados, criando um esquema tático para manter o escritório de advocacia dentro dos parâmetros esperados. Para isso, o planejamento deve verificar:

  • pontos fortes x oportunidades;
  • pontos fortes x ameaças;
  • pontos fracos x oportunidades;
  • pontos fracos x ameaças.

Assim, é possível gerar uma matriz, estabelecendo os métodos que devem ser utilizados para fortalecer os pontos fortes e aproveitar todas as chances concedidas, bem como melhorar os pontos fracos e reduzir as ameaças.

4. Crie planos de remoção dos empecilhos

Depois de traçar as metas e mapear os possíveis problemas que podem evitar o alcance dos propósitos, escolha por onde começar a prática.

A partir da identificação dos obstáculos, fica mais fácil compreender a partir de qual posição deve-se iniciar. Então, é preciso definir as prioridades. Pense naquelas que, se forem executadas primeiro, trarão melhores resultados.

Por exemplo: se o empecilho é fazer com que a marca se torne uma referência, uma ação pode ser o investimento em ações de marketing jurídico em conformidade com o Código de Ética e Disciplina da OAB.

Você pode estipular reuniões periódicas para avaliar o desempenho da estratégia, de acordo com o funcionamento das atividades do escritório.

5. Delegue responsáveis pelas tarefas

Uma forma de fazer isso é formando times com um conjunto de metas, e um responsável por cada uma delas.

Organizar o escritório dessa forma auxilia para o senso de responsabilização de cada membro, comprometendo cada um na realização de um trabalho de qualidade. O esforço para atingir os resultados deve ser de todos!

Delegar os responsáveis pelas tarefas é uma forma de escolher pessoas para observar a evolução da meta e solicitar ajuda quando for preciso.

6. Invista em tecnologia

Se o objetivo é fazer o planejamento estratégico para o escritório de advocacia dar certo, é preciso contar com ferramentas tecnológicas adequadas para chegar ao sucesso. A fim de escolher o recurso adequado, observe cada meta e a adequação às necessidades do negócio.

Contar com um software jurídico de gestão pode ser uma ótima alternativa, já que este possui diversas funções que vão propiciar a simplificação das tarefas rotineiras de forma geral, como:

  • otimização do tempo, possibilitando a concentração em outras tarefas importantes para o escritório;
  • qualidade dos serviços prestados;
  • automatização dos processos, garantindo agilidade e precisão;
  • aumento da produtividade da equipe;
  • integração de todas as informações;
  • controle crítico dos processos jurídicos;
  • identificação de gargalos;
  • oportunidade de melhorias, e demais benefícios que permitirão o crescimento do escritório.

Por intermédio das técnicas apropriadas, é possível estabelecer um planejamento eficiente, que crie condições para que o escritório de advocacia se torne organizado, efetivo e reconhecido no âmbito jurídico.

Conseguiu entender a importância de um planejamento estratégico para advogados? Quando bem aplicado, é possível adquirir uma base importante para o desenvolvimento, além de reconhecer os recursos necessários para tornar os objetivos e metas do escritório realidade.

Gostou deste conteúdo? Ficou interessado no uso de um software de gestão? Então, aproveite sua visita em nosso blog e leia agora mesmo o texto “Veja como a tecnologia ajuda no acompanhamento de processos jurídicos”, para entender melhor sobre o assunto!

Share This